Cavalgar Até Tokyo 2020

#Cavalgaratetokyo2020

Cavalgar Até Tokyo 2020
  • £0

    pledged of £5,000

    • 0

      sponsors

    • 30

      days left

This project will only receive pledges if at least £5,000 is pledged by Sat 26 May 2018

O Projecto

Levar uma equipa de 6 atletas com deficiências motoras, com por pura paixão ao cavalo, aos jogos Para-olímpicos de Tokyo em 2020.

Quem somos

Somos o Cardiga Paradressage Team , uma equipa de 6 atletas de equitação adaptada que treina persistentemente na qualificação para o apuramento para os jogos paraolimpicos, onde queremos representar Portugal e hastear a nossa gloriosa bandeira!

a Nossa Historia

Pequim, 2008 - Jogos Paraolímpicos. Contra todas as expectativas, Sara Duarte conquista o 5º lugar numa das categorias de paradressage. É a melhor classificação de sempre de Portugal.

O triunfo de Sara, que a cavaleira classifica como "um orgulho enorme que ninguém estava à espera", traz para as luzes da ribalta uma modalidade até então desconhecida. Com o reconhecimento de Sara Duarte e desta academia, onde treina, começam aos poucos a aparecer mais atletas. Sara já não está sozinha. São já sete os atletas que sonham com os jogos paralímpicos Tokyo 2020.

Entrar na Academia Equestre João Cardiga é entrar num mundo à parte. Quem passa pelos portões de ferro, mais do que num centro hípico, entra numa aldeia. Uma "aldeia" de casas baixinhas, coloridas e tradicionais, onde as "ruas" estão polvilhadas de material equestre e onde o som de cascos nunca cessa.

No ar, o cheiro a feno espalhado pela brisa fria alastra-se, enquanto cavaleiros, cavalos e treinadores andam de um lado para o outro. À primeira vista, parece o caos, mas uma observação mais atenta permite perceber que as atividades estão todas ligadas por um único sentimento: a familiaridade. Os sorrisos, a cumplicidade e a brincadeiras entre membros são uma constante. Será esse o segredo para o sucesso dos cavaleiros da Academia?

A campeã Sara Duarte (e campeã é o adjetivo certo, basta ver o seu extenso palmarés) dá o mote; "Em 2020, vamos trabalhar para o primeiro lugar, como é óbvio, mas temos de ter sempre os pés bem assentes no chão". Apesar disso, a amazona admite que "temos nível para estar com eles [os melhores] e conseguirmos um bom resultado."

A mesma reserva esperançosa define as opiniões dos outros cavaleiros. Todos têm objetivos diferentes, objetivos realistas, desde ter uma boa prestação no campeonato nacional, qualificações para provas internacionais, a simplesmente treinar melhor o cavalo com que competem. Mas, inevitavelmente os olhos brilham quando mencionamos "Tokyo". "Acho que, se acreditarmos, todas as hipóteses são possíveis, temos é de trabalhar para isso", conta-nos Pedro Félix, de 16 anos, o mais novo dos atletas. Por sua vez, Inês Alemão Teixeira, de 24 anos, é mais direta. "Tokyo é um sonho que tenho há muito tempo. Gostava muito de ter essa oportunidade, de estar apta para chegar a uma competição desse nível. Se vamos conseguir, não sei, faltam quatro anos, mas espero que sim." a equipa conta ainda com os Atletas Rita Lagartinho, José Neves e João Castelo que com os seus fieis companheiros de 4 patas tentam a sua qualificação.

Os Jogos Paralímpicos são o sonho maior.  Para este objetivo ser possível, o apoio dos Jogos Santa Casa tem sido determinante,  e realçam-nos a esperança e confiança dos atletas.

Restam-nos poucas dúvidas. A ida ao país do sol nascente pode ainda estar em dúvida. Mas o sonho dos Jogos Paralímpicos já começou a raiar nesta pequena aldeia de Leceia, em Barcarena.

Podemos contar com o vosso apoio? Partilhas e donativos são bem aceites, necessárias e o grande pilar deste projecto que nos motiva diariamente.

Para que precisamos de dinheiro

  • Por sermos pessoas com necessidades especiais, não é qualquer cavalo que nos ajuda a perseguir o nosso sonho. Precisamos de cavalos que se possam adaptar á nossa frágil condição física, e isso tem infelizmente custos elevados, para os quais, sem ajuda, não conseguimos lá chegar;
  • Os cavalos são seres vivos, que tal como nós, precisam de alimentação, treino diário e cuidados médicos constantes. O mimo, esse já lhes damos muito, mas estão convidados a visita-los e mima-los também;
  • As viagens e inscrições para as provas têm custos muito elevados: para alem das nossas viagens, de carro quando são em Portugal e de avião quando são no estrangeiro, temos que garantir a viagem dos cavalos, num camião que adquirimos para o efeito, totalmente equipado, mas que consume muito gasóleo e paga muitas portagens, para alem dos seguros obrigatórios.

o que oferecemos em troca

  • Ao abrigo do mecenato, os donativos têm recompensas fiscais;
  • se forem empresa ou algum negocio a titulo individual, podemos oferecer publicidade nos nossos meios de comunicação social

Saber mais

Sigam nos através da nossa página de facebook ou website:

1. https://www.facebook.com/cavalgaratetokyo2020/

2. https://cavalgaratetokyo2020.webnode.com/

Ajudem-nos a ter sucesso

  • Se puderem ajudar-nos com doações, é perfeito, 1€ a cada um é uma ajuda sem fim para a qual não temos palavras suficientes que agradeçam!
  • Não podendo efectuar donativo, precisamos da máxima divulgação do projecto, pelo que todas as partilhas são preciosas!
  • Apoios de empresas são bem vindos e estamos receptivos a todas as propostas;
  • Ajudem-nos a FAZER ACONTECER O NOSSO SONHO!